ICP 019 Elena Crescia, realizadora do maior TEDx do mundo. Sobre como podemos encontrar ideias emocionantes, nas pessoas mais tímidas. E como o trabalho voluntário é transformador.

Argentina, com estudos nas melhores universidades dos Estados Unidos e da França, largou sua carreira corporativa, chegou ao Brasil sem saber a língua, e hoje organiza um dos maiores TEDx do mundo (e o único em estádio de futebol).

Empreendedora social, ja ajudou a dar voz para mais de 500 palestrantes ao longo dessa experiência.

Falamos sobre como o trabalho voluntário pode transformar a carreira, e sobre a importância de ouvir as ideias de qualquer pessoa, não somente as extrovertidas.

to listen on Android click here

to listen on itunes click here

WE TALK ABOUT

[00:58] como ela veio parar no Brasil, como foi começar, sem falar Português, depois de passar anos estudando e trabalhando nos EUA (Columbia) e na França (Sorbonne).

[04:53] A “atração” pelo trabalho social e como o voluntariado ajuda na transição de carreira.

(xx) Como motivar voluntarios. Como o trabalho em organizações sem fins lucrativos pode e deve ser bem remunerada.

[12:58] O que e para ela, uma carreira “emocionante”, e o exemplo da historia da Joyce Fernandes, “Preta Rara” dos palcos TEDX para capa de jornal na India.

[19:00] Como funciona a escolha dos palestrantes do TEDx.

[19:57] Qual foi o momento mais difícil em sua carreira

[21:46] as dificuldades, os medos e a satisfação que existe na hora de empreender e como começar

(xx) o que é a TED terapia?

(xx) O proximo desafio: TED-ED, uma oportunidade revolucionaria para todas as escolas de ensino médio do Brasil ate final de 2018!

[35:19] Dicas para falar em público.

[37:00] Como se alimenta de novas pessoas para admirar a cada mes.

(xx) Como respeita equidade(50% mulheres) em todos os projetos que realiza

[42:25] Qual ideia ela divulgaria hoje se fosse palestrante de um TEDx de 18 minutos?

QUOTES

[05:56] “O trabalho voluntário depende da sua vontade, não há nenhuma pessoa te obrigando(…) e pode te ajudar a entrar em contato com alguma coisa que você realmente quer fazer, o que você está disposto a trabalhar mesmo sem receber. Ele te ajuda a ganhar ferramentas e conhecimento que antes você não tinha e que podem te ajudar em uma atividade remunerada posteriormente.”

[12:21] “Nós trabalhamos com ideias que merecem ser espalhadas e minha função é estar atenta para encontrar essas ideias nos lugares mais escondidos, não necessariamente as mais óbvias ou que estejam mais ao alcance de todo mundo.”

[18:06] “As ideias de todos merecem ser ouvidas e estamos muito acostumados a ouvir as ideias de quem já é extrovertido, que é comunicativo, gosta de falar com os outros, que gosta de palco e de microfone. E se só temos as ideias dessas pessoas estamos perdendo a metade.”

[20:17] “Antes de trabalhar com eventos TEDx eu sempre trabalhei em grandes empresas e grandes organizações e demorei para decidir me tornar empreendedora. Quando comecei a empreender percebi que sempre fui empreendedora e que demorei demais para me encontrar, deveria ter começado antes.”

[22:10] “Têm pessoas que estão pensando em ser empreendedores, mas que buscam ideias que já estão muito batidas. (…) O mais difícil é você pensar no que é a sua essência, qual é o potencial que você pode dar para o mundo, o que é único em você, o que você faz que outros não fariam. Qual lacuna você preenche.”

[35:30] “Você deveria falar em público como quem está falando para um grupo de amigos, com o mesmo tom de voz que você fala num bar contando sobre as suas últimas férias. (…) A relação entre o palestrante e a plateia é de respeito (…) deve ter o mínimo de preparação, saber qual mensagem quer passar e o começo, meio e fim da mensagem.”

[40:34] “A gente não pode perder a capacidade de admirar outros, de reconhecer os talentos dos outros e de querer aprender com eles.”

[42:03] “Sobretudo nas reuniões de trabalho, ouvir a todos que estão na mesa, que as ideias não sejam monopolizadas por duas ou três pessoas por causa da sua personalidade. E equidade sempre, em todos os aspectos.”

[44:37] “A minha forma sempre foi de aprender fazendo. Ao invés de pensar que você tem que ter tudo perfeito antes de lançar alguma coisa, comece do jeito que está e vai aprendendo enquanto faz (…) porque nunca chega o momento (…) então é melhor começar de qualquer jeito e depois você melhora para o próximo.”

LINKS

Elena Crescia on Ted

Elena Crescia on LinkedIn

Elena Crescia on Twitter

Elena’s company Porfolia

Joyce Fernandes – Preta Rara

Comunidade “Eu Empregada Domestica”

Share this:
No Comments

Post A Comment